sexta-feira, setembro 14th, 2012 | Author:

Os produtos usados na transformação contêm elementos capazes de quebrar as ligações de cistina e enxofre que compõem as moléculas capilares. Entre os princípios ativos mais comuns estão o hidróxido de sódio (conhecido como soda cáustica), o tioglicolato de amônia e o hidróxido de guanidina. Mais tradicional, o hidróxido de sódio é totalmente incompatível com o tioglicolato, versão suave da amõnia comum. A mistura dessas duas substâncias parte os fios, mesmo que haja um intervalo de meses entre as aplicações. Menos agressiva, a guanidina é composta por dois ingredientes: hidróxido de cálcio e carbonato de guanidina. Com pH alcalino, serve tanto para alisar quanto para relaxar, dependendo da técnica utilizada.
A escolha do método e do princípio ativo depende do tipo de cabelo e do resultado desejado. Por isso, Marlinda Cordeiro, do salão carioca Iblon, diz que a análise dos fios e uma boa conversa são indispensáveis antes da transformação. Além de verificar o estado do couro cabeludo, a textura, a porosida-de e a elasticidade do fio, a cabeleireira submete a cliente a uma bateria de perguntas, que vão desde o uso recente de químicas até hábitos como prender os fios, usar secador ou fazer hidratações.

Compartilhe no:
  • Orkut
Categoría: Cabelo coloração
Você pode acompanhar os comentários desse post através do RSS 2.0 feed. Você pode ou mandar um, or trackback do seu site pra cá.
Deixe um comentário » Log in